quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Janela


No meu quarto
Entrou um passarinho,
Vários raios de sol
E uma flor do vizinho!

Logo mais a noite
Entrou água da chuva,
Folhas de árvore
E um papelzinho,

Nele havia escrito:
“Não volte mais
Me deixe em paz”
Praguejei o  infeliz.



Culpei a todos
E não percebi,
Que quem deixou
A janela aberta...

... Fui eu,
A maior e
Única culpada e

Responsável pelos meus erros!


Anne Rangel  

Postar um comentário