segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Quando uma amizade chega ao fim...



Uma das coisas mais dolorosas da vida é perder alguém. Mas parece que essa dor triplica quando se trata de uma pessoa que está ali, bem próxima de você e bem viva. Amigos são aquelas pessoas que você escolhe pra ficar perto de você, como uma família. Alguns ficam a vida toda, mas outros simplesmente resolvem ir embora.

Parece que quanto mais próxima de você é a pessoa, mais você se recusa a deixá-la ir. Se preciso for, liga, manda sms, conversa em todas as redes sociais. Até pessoalmente você tenta conversar. Mas quando um não quer, dois não são amigos. E aí não tem mais nada que você possa fazer.



Eu sinto falta, admito. Das conversas, dos conselhos, das piadas, da companhia para ir ao cinema. De todas as coisas que fazíamos juntas. Até mesmo ficar em casa de bobeira enquanto tomávamos chocolate quente. Mas isso há muito acabou. O que é uma pena. Porque eu achei que era para sempre.

Eu realmente entendo e hoje vejo que talvez a amizade existisse mais para mim, do que ao contrário. Vejo que talvez eu tenha criado uma dependência que tenha chegado ao ponto que para você tenha dado. Mesmo assim, realmente não sei o que de fato aconteceu. Não vou dizer que não valeu a pena ou que não te quero mais na minha vida, apenas sei que as coisas nunca vão ser como antes.

Como já disse várias vezes antes, eu amo você, amiga. E eu realmente espero, desejo de coração, que você seja feliz, e mais do que tudo, que encontre amizades verdadeiras no seu caminho. E que elas te façam bem, pelo menos enquanto durarem, exatamente como a sua fez para mim.



Thalyne Carneiro


Nenhum comentário: