terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Desculpa, mas não vou mudar por você



Não, anjo, eu não vou mudar por você. Me desculpa, mas essa fôrma em que você insiste em me moldar não vai se encaixar nunca com a minha personalidade. Vou continuar grossa, exagerada e um pouquinho mal humorada quando contrariada. Além disso, meu sarcasmo não vai sumir com o tempo e não vou deixar de usar a minha ironia. Ainda vou sair com as minhas amigas e não vou deixar de falar com homem nenhum porque você tem ciúmes dele.

Não é nada contra você, de verdade. Gosto de você, gosto de estar com você e acredite quando eu digo que gosto de tudo em você. E quando eu digo tudo é tudo. Desde a sua voz, até o jeito que o seu cabelo fica bagunçado quando você acorda. Gosto das implicâncias, do seu sorriso e de todo o drama que você faz para eu não te deixar sozinho. Até do seu jeito reclamão e da sua forma de ficar emburrado eu gosto.

Mas uma coisa que você precisa entender é que antes de ser sua eu já sou minha, e nessas condições não gosto de ser modificada mesmo que você me peça isso. Essas características únicas que eu tenho foi as que fizeram você gostar de mim. Nunca enganei você. O que você vê hoje é o mesmo o que todos têm visto há quase 20 anos. São as minhas marcas, são o que sou e não há muito que fazer sobre isso.


 O mal de pessoas que entram em relacionamentos é criar expectativas em relação à pessoa amada e todo o resto que a acompanha. A gente tem mania de achar que precisamos criar um desenho de como seria o nosso par ideal, pensando nas qualidades, defeitos, manias e o melhor de tudo, em como você vai fazer para resolver as coisas com ela de forma fácil, rápida, direta e de preferência do seu jeito. E quando vemos o outro não atendendo àquelas expectativas estipuladas por nós mesmos, a convivência se torna pesada, quase forçada.

Por favor, não cometamos esses erros, não me faça desistir de você por mim. Não torne a beleza desse gostar em algo pesado, chato e tão irritante que me faça criar pavor de você. Não quero que você espere que eu cumpra as suas expectativas e não vou cobrar o mesmo de você. Que você goste de mim e eu de você, mas assim, do jeito que somos, porque para mim já é o suficiente.


Thalyne Carneiro
Postar um comentário