quarta-feira, 25 de maio de 2011

Precisamos de Paciência URGENTE!!!

No trânsito... Meu Deus o trânsito, como descrevê-lo?
Vou tentar:
É ônibus que quebra e atrasa o fluxo,
São os apressados que saem cortando as ruas como navalhas (me custa acreditar que ainda não levaram um pedaço do meu carro),
É uma pressa doida :
Pressa de chegar onde se precisa estar,
Pressa de ir embora de onde não quer ficar,
Pressa de se livrar das obrigações, PRESSA PRESSA PRESSA PRESSA PRESSA PRESSA,
Me diga: Afinal para que tanta PRESSA?
É pressa de perder a infância do filho?
É pressa de perder o nascer do Sol só pra lhe ver (também com pressa) o seu morrer?
É pressa de morrer? De findar? De desistir?
Precisamos ter pressa por algo mais importante: 
Ter pressa em chegar em casa antes dos filhos dormirem só para poder lhes contar uma história,
Ter pressa de ligar para um parente a muito não visto só para ter noticias e desejar um ótimo fim de semana!!
Como diz tia Rosana "Luiza tenha suas calmas!"
E ela está certa: Tenhamos nossas calmas! Nem essas "boas" pressas são boas pois a cada minuto com pressa, independente do motivo, perdemos algo de valor : 
O sorriso de um estranho,
O som da brisa que passa,
A sensação do raio de sol na pele....Temos tanto a perder!
Enquanto temos pressa para obter dinheiro não percebemos que acabamos por ter pressa em perder a vida!
E assim sendo de que adianta? Se não poderemos desfrutar?
Estamos errados se nos apegamos a idéia de que mais tarde teremos tempo...Santa Ignorância, nunca teremos tempo, pois já o temos e mesmo assim não o utilizamos da forma devida.
Na próxima virada do ano quero lembrar de fazer essa promessa : 
Não ter pressa dos "algos" em minha vida passar, ter calma para desfrutar cada momento bom, ter calma para resolver os momentos difíceis e de lembrar que sou eu quem escolhe o que fazer do meu tempo!!
Acima de tudo ter calma, para juntar os pedaços caídos (meus e daqueles que precisarem de ajuda), de seguir em frente apesar de não conseguir achar um caminho, de escutar aqueles que precisam desabafar.
A vida é aqui e agora, todo o resto é incerteza. Que tenhamos calma para aproveitar -o mundo, o tudo, o novo e o corriqueiro- porque querendo ou não teremos tempo (aí sim o tempo) para o mistério quando estivermos descansando o sono eterno!



Anne Rangel!!!
Postar um comentário