quinta-feira, 31 de março de 2011

Infinito

      

O tempo
Passa, corre e
Finalmente para.

O Sol,
Nasce, queima e
Finalmente morre.

As crianças,
Brigam, choram e
Finalmente amam.

Como se vê,
Tudo passa,
Tudo morre.

Mas o amor e
A amizade
Verdadeiros,

Perduram até
O fim daquilo
Que não existe.


Anne Rangel
Postar um comentário